terça-feira, 25 de julho de 2017

“…lembranças da querida fada-madrinha.'

Pretiando assim:
Nenhum texto alternativo automático disponível.
Palavra: Lembranças
“…a querida fada-madrinha.
A real Tia Amélia.
Num condão de palavras.
Ensinou o domínio silábico.
Para a alegre meninada.
Da roça do Sacavém.
Insistir, persistir e prosseguir.
Leituras, escrita e aprendizagem.
Para o disseminar perseverança.
Fala, prática e disputa.
O baluarte de subsistência.
A educação é trabalho.
Mas solução para tantos.
D'outro rumo e mudanças. 
Agora lá no alto. 
As lembranças da professorinha.
São presentes e marcante.
Na fórmula do cotidiano.
Semear o nunca desiste. 
Fazer tempestade de estudos.
O equilíbrio e bonança.
E não perder temPOESIA.
Para recomeçar o dia-a-dia.
N’outro universo de vida!”
Irane Castro
Beco da Preta
São Luís-Maranhão
Sarau Poético: Asas da Poesia
Desafio: 25.07.17
                                                                                                                                             

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pretiando por ai...

Eu gosto do impossível,
tenho medo do provável,
dou risada do ridículo e choro porque tenho vontade,
mas nem sempre tenho motivo.
Tenho um sorriso confiante que as vezes não demonstra o tanto de insegurança por trás dele.

Sou inconstante e talvez imprevisível.
Não gosto de rotina.

Eu amo de verdade aqueles pra quem eu digo isso,
e me irrito de forma inexplicável quando não botam fé nas minhas palavras.
Nem sempre coloco em prática aquilo que eu julgo certo.
São poucas as pessoas pra quem eu me explico...

Bob Marley