terça-feira, 31 de maio de 2016

"... calada digo tudo!"

"... meu silêncio é um grito marcante, muito mais que zilhões de palavras!“
Observção: ...calada digo tudo e até nadas para o mundo!
Irane Castro
Beco da Preta
Terça-feira, 31.05.16 
São Luis - Maranhão 

"...eu’s –Irane pés livres!"

"...daqui do Beco Preta reescrevinho-me sem pressa, sem amarras, sem cobranças, sem urgências, sem medo, sem  desconfiança, sem meias palavras, sem encenações, sem falsianes, sem riso amarelo, sem coação, sem vigilância,  sem  choros pelo  caminhares do agora.
 Exclusivamente, eu’s –Irane pés livres:
_ Tão agradecida  de libertado peso;
_ Tão  sorrida de tudo
_Tão  abençoada até  pelos  nada’s .
De boa em  reinventado jeitinhos maluquete e irreverentes de SER GENTE que experiencia paz, espelha fé, e espalha continuados motivos de vida, em vida e pela vida, hoje!"
Irane Castro
Beco da Preta
Terça-feira, 31.05.16
São Luís- Maranhão


domingo, 29 de maio de 2016

... consisto eu’s-Irane em hoje!"

“... consisto eu’s-Irane em fé, instante  em Zilhões de gracias por tolerado tudo, reinventado nada’s,  sorrida paz,  florejado caminhares  de vida, com vida e pela vida – hoje!”
Irane Castro.
Beco da Preta
In: 14.05.16
Domingo, 29.05.2016
São Luís _ Maranhão

".... eu’s_ Irane caminhe , hoje!"

".... cobiço fé para que meus eu’s_ Irane  caminhe outros agora, suporte tudo, refaça os nada’s   para  vencimento de mais um hoje, aqui e agora!!"
Irane Castro.
Beco da Preta
In: 12.05.16
Domingo, 29.05.2016

".....calada que digo TUDO!"

"... silêncio é um berro definido em meus eu’s-Irane.
Tamanha intensidade de calada que digo TUDO do mesmo modo que Zilhões de palavras, hoje!"
Irane Castro.
Beco da Preta
In: 12.05.16
Domingo, 29.05.2016

".....calada que digo TUDO!"

"... silêncio é um berro definido em meus eu’s-Irane.
Tamanha intensidade de calada que digo TUDO do mesmo modo que Zilhões de palavras, hoje!"
Irane Castro.
Beco da Preta
In: 12.05.16
Domingo, 29.05.2016



"... silêncio é um berro, hoje"

"... silêncio é um berro definido em meus eu’s-Irane.
Tamanha intensidade de calada que digo TUDO do mesmo modo que Zilhões de palavras, hoje!"
Irane Castro.
Beco da Preta
In: 11.05.16
Domingo, 29.05.2016


"... agradecida vida em eu's-Irane!"

“....daqui do meu beco da preta silenciada em palavra peço-te que clareie, acastele e guie  meus eu’s_Irane.
Quero em agradecido instante, plantadas  esperanças, florejada  paz n'outro amanhã cheio de vontades de ainda,  caminhares do hoje- imediatamente!"
Irane Castro.
Beco da Preta
In: 10.05.16
Domingo, 29.05.2016



sábado, 28 de maio de 2016

"....paz em meus eu’s!"

“...   noite de luz,  paz em meus eu’s  - hoje!”
 Irane Castro
Beco da Preta
In: 09.05.16
Sábado, 27.05.2016
São Luís- Maranhão


“... dia de mais paz!"

“...  dia de mais paz, amor, fé, bem, vida  aqui, ali e acolá - hoje!”
 Irane Castro
Beco da Preta
In: 08.05.16
Sábado, 27.05.2016
São Luís- Maranhão 

sexta-feira, 27 de maio de 2016

“... noite de luz, em meus eu’s!"

“...   noite de luz, paz, amor, vida em  meus eu’s-Irane, hoje!”
 Irane Castro
Beco da Preta
In: 07.05.16
Sexta-feira, 27.05.2016
São Luís- Maranhão 

"... agradecidos eu's-Irane!!"

“...  agradecidos instantes em  meus eu’s-Irane, hoje!”
 Irane Castro
Beco da Preta
In: 06.05.16
Sexta-feira, 27.05.2016
São Luís- Maranhão


“... de bom sossego em eu’s-Irane!"

“...  de bom sossego em eu’s-Irane, hoje!”
 Irane Castro
Beco da Preta
Sexta-feira, 27.05.2016
São Luís- Maranhão


"...dia de Isaura m hoje's!"

HOJE É DIA DE ISAURA - 1º DE MAIO
 “...O Capitalismo é o grande chefe do mundo. Nas batalhas de mercado  patrões e empregados se enfrentam sempre.
Por aqui,  em  terras brasílis a escravidão continua firme  e forte. Tem ainda, o grande Senhorzinho e/ou Senhorzão quem  tem dinheiro, manda e  desmanda,  direito a ter  capitães-do-mato  em que coloca em prática o uso do pelourinho -real. 
Não vejo sentido em  comemorações do 1º de maio, quando tenho  que contar-recontar-esticar o  salário  por um mês (mínimo do mínimo), quando esse mesmo valor,  é a gorjeta  num restaurante, banca  o privilégios de UNS que deveriam representar o povo.
Tanto que, ESSES  esquecem desse pequeno detalhe, e continuam a elaborando  cada vez mais esquemas para ficarem ricos.
Ou jeitinhos brasileiros para apropriação do dinheiro público,   violando a dignidade do cidadão, que não tem direito a ter direito de trabalhador. 
 Hoje, num país de  tamanhos contrastes econômicos, políticos, sociais e muitos mais por ai, COMEMORAR O QUÊ MESMO?!
Diante dos fatos que cerca  o cidadão-pagador de impostos como  a dor, indignação, repulsa, a falta de direitos,desvalorização profissional-pessoal-educacional, violência,  tristeza, etc.
Parece que em nos resta apelações  para adágio popular que diz ‘quem canta seus males espanta’,  - Lêre, lêre... Vida de nego é difícil, é difícil como que......’
Até quando tantos nada’s pelo Brasil?
Dia de Isaura é todo instante aqui, ali e acolá    neste vasto, massacrado e defraudado país."
Observções:
1. Palavras  desabafo que  meus eu's vivenciei  em 2012;
2. Em 2016 nada mudou. 
3. ATÉ hoje  somente,  a situação dos meus eu's, tú, nós, todos que vivem em terra brasilis é um caos diario.
 Irane Castro
Beco da Preta
In: 01.05.12
Sexta-feira, 27.05.2016
São Luís- Maranhão


"... ainda, remo em eu’s-Irane, mais vida!"

"... ainda, remo em eu’s-Irane, vontades de agradecido  TUDO. E, até os  meus  NADA’s   reinvento noutros  agora - por mais um dia com vida, para vida e, em vida a cada instante- no meu hoje!”  
Irane Castro
Beco da Preta
Sexta-feira,27.05.16
São Luís- MA

".....Papete partiu pra alumiá lá no céu!"

".....Papete, alumiô, toda terra e mar'.
Agora, partiu pra alumiá lá no céu.
Sempre cantado ‘nesse céu todo estrelado...’
Aqui em meus eu’s sempre ‘rosa amarelas ‘pra te  saudar. 
Vá pra festança.
Irane Castro
Beco da Preta
In: 26.05.16
Sexta-feira, 27.05.16
São Luís- Maranhão

"... ah, Maio seja ainda, vida - hoje!!"

"... Maio seja ainda, de sorrida vida, em meus eu's agora - hoje!'
Irane Castro
Beco da Preta
In: 01.05.16
Sexta-feira 27.05.2016
São Luís- Maranhão






Eu gosto do impossível,
tenho medo do provável,
dou risada do ridículo e choro porque tenho vontade,
mas nem sempre tenho motivo.
Tenho um sorriso confiante que as vezes não demonstra o tanto de insegurança por trás dele.

Sou inconstante e talvez imprevisível.
Não gosto de rotina.

Eu amo de verdade aqueles pra quem eu digo isso,
e me irrito de forma inexplicável quando não botam fé nas minhas palavras.
Nem sempre coloco em prática aquilo que eu julgo certo.
São poucas as pessoas pra quem eu me explico...

Bob Marley